logo


por
isaac prozac


a acne é o motivo pelo qual sua mãe esquece seu beijo de boa-noite
a maior causa mortis entre adolescentes é a adolescência!

Feriados prolongados costumam ser dias felizes, propícios para reunir a família e passear de carro cantando a dissecação da árvore da montanha. Olê-i-a-ô. Mas me lembro que, aos treze anos, eu só queria que a tal árvore caísse sobre o tal carro.
Treze anos é uma idade crítica: seus pais não sabem se o tratam como criança - embora ainda insistam em pagar meia entrada para você no playcenter - ou como pseudo-adulto. Suas responsabilidades aumentam e seus direitos diminuem: você é grande demais para pedir playmobil no dia das crianças, mas pequeno o bastante para impedir que sua mãe escolha suas roupas na petistil!
Em um feriado prolongado qualquer, no começo dos anos 80, papai resolveu visitar meus bisavós. Brrr, qualquer coisa com mais de duas décadas se torna assustadora para alguém que entra na puberdade! Não tive dúvidas: bati o pé (ora, doze anos de birra não sublimam facilmente) e informei à família que não iria!
Foi como se uma tempestade de lavolho irrompesse sobre meu pai: seus olhos dilataram tanto que tive dúvidas se conseguiria fechá-los novamente. Que absurdo, como o pequeno isaac se recusava a visitar o próprio sangue, mesmo que em plena coagulação?
Expus meu ponto: nunca tive vocação pra paleontologia e, além do mais, tinha treze anos e exigia o direito de escolher meus próprios passeios. Shoppings! Fliperamas! Mcdonald's! Havia um novo mundo esperando para ser descoberto! Eu precisava de espaço e uma danceteria lotada parecia o lugar perfeito para se estar. Tudo que queria era ser radical e usar... calças quadriculadas (ei, ninguém furava a orelha, eram os anos 80)!
Um minuto de hesitação (eu me aplaudia por dentro - ou era meu estômago embrulhando, sei lá) e era a vez da promotoria. Meu pai encontraria os argumentos necessários para convencer um júri inteiro da inocência de clementino. Ele poderia reverter a situação em seu favor - e em favor da ala fossilizada da família - portanto eu tinha que estar preparado: salientaria minha auto-estima, minha iniciativa e - em última instância - a afirmação de minha masculinidade. Os pais adoram isso.
Infelizmente, papai usou um argumento irrefutável: 'você vai!'
Bem, não foi um simples 'você vai'; foi um complexo amálgama de entonação, expressão corporal e iluminação que deixaria cacilda becker intimidada. Era inútil: fui obrigado a visitar a bisavolândia, embora, em protesto, tenha me recusado a respirar durante toda a viagem. Desenvolvi minha capacidade de apnéia dentro de um passat azul royal.
Minha independência estava definitivamente adiada para os quatorze anos. Uh... ou vinte, não me lembro bem!


link you!
playcenter
playmobil
petistil
puberdade
anos 80
árvore da montanha


também nesta edição:

gasparetto não passa de um agente de viagens!


topo da página

menu principal, por favor